Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2009

Distant Worlds

Enquanto Edgard saía para trabalhar, contemplava o céu e as formas abstratas púrpuras de mexilhão de nuvens. Edgard sabia que no mundo distante do seu Alice olhava o mesmo céu... com outras gravuras, outras vontades, outros gritos pitorescos de imagens naturais próprias desse mundo, ainda sim de mundos diferentes.
Alice sentada no meio fio olhava carro por carro à medida que chiava baixo pela demora do ônibus. Forçando a vista para discriminar o número 11 do 14, sem querer olhou o alto da ladeira, e de lá viu o horizonte, e do horizonte o céu, e do céu as nuvens. Pensou em Edgard e no mundo dele, no desconhecido mesmo mundo dela.
Alice conheceu Edgard por carta. Sim, por carta. Certo dia, o rapaz comprou um produto bem cretino de uma empresa longe - bem longe ... em outro estado! - e ao notar o mal funcionamento mandou uma carta para a empresa; muito mal criada, diga-se, na qual reclamava de sua aquisição. Truque do destino é que Alice era vizinha da tal empresa, e Edgard confundiu o nú…

Meme.

A Lívia Brito, do Mera Distração, é uma fofa e me mandou isso aqui. Lembra aqueles questionários de caderno, lembra também aquela corrente de e-mails que eu e meus chegados amigos internáuticos respondemos. Achei o nome meio esquisito, e demorou pra sacar de quê se tratava, mas taí, pra quem se interesse por mim:1. A última pessoa com quem falou hoje: Não sei, conta internet? Estou falando com a Marília e o Tiago no msn – pra variar – mas se for no âmbito físico (?), foi minha irmã.
2. A última coisa que falou: “Saicu”. Sim, isso é sério, temos um relacionamento todo embasado em carinho e palavras sutis.3. O último pensamento: “Coo! Preciso postar alguma coisa... Acho que vou pegar aquela prova de Crônicas que fiz na aula de Leitura e Redação semestre passado e passar aqui... Meme? Vou ter que mandar um barato assim igual? Ufa! Aquela prova AINDA é meu ultimo recurso!”4. A última pessoa com quem brigou: Na boa? Não sei mesmo. Eu brigo com as pessoas todo o tempo mas nada que não volte …

Posso contar um segredo?

Parando pra pensar: Tenho um ótimo emprego; Estudo em um curso que me condiz; Tenho amigos que eu amo e me amam; Minha família é minha base; Sinto admiração e amor reciprocamente por uma mulher.
* Pensando sem parar: Meu emprego afoga-me em revolta; Meu curso me deixa vazio; Eu dependo demais dos meus amigos; Minha família consegue me irritar; A mulher está muito longe geograficamente.
*
Sem parar e sem pensar: Sinto-me bem com o emprego, mal com o que passo lá; A faculdade me acrescenta, mas me sufoca; Meus amigos são minha base, e estou em queda livre; Minha família é meu reflexo, ou vice-versa; Deus teve um propósito em me colocar aqui e a ela lá.
Qual é meu conceito de felicidade?

Tanto Forte

Cassiana amava João.
Mas amava tanto, tanto e tanto, que não o conhecia. O amor que ela tinha por ele era forte, forte tão forte que a cegava.
João amava Mariana.
Mas amava tanto, tanto e tanto, que a odiava. O ódio que ela tinha por ele era forte, forte tão forte que não o fazia viver sem ela.
Mariana amava Raquel.
Mas amava tanto, tanto e tanto que transava com ela. O tesão que ela tinha por ela era forte, forte, tão forte que a fazia o papel-higiênico escorregar.
Raquel amava Lídio.
Mas amava tanto, tanto e tanto que era casada com ele. O companheirismo que ela tinha por ele era forte, forte, tão forte que os dois tinham um filho.
Lídio amava Lucas.
Mas amava tanto, tanto e tanto que era um pai curuja. O sentimento que ele tinha por ele era forte, forte, tão forte que o desesperava ver seu filho morrer.
Lídio amava Pinóia.
Mas amava tanto, tanto e tanto que comprava pó dele todo dia. O vínculo que ele tinha com ele era forte, forte, tão forte que ele começou a dever e foi baleado.
Pinóia amava Cassi…