04/12/2008

Mulheres...

Desculpa, mas hoje não deu...
Hoje não me pré-pré-preparei pra te ver,
e meu coração disparou.

Dizem que você sente o mesmo,
só eu não percebo.
Aliás, nunca percebo!

Dizem que eu lhe olho,
o mesmo tanto quanto você me olha,
quando eu não 'tô olhando, 
ou você não 'tá olhando.

Acho que nem chega a ser orgulho.
De minha parte, talvez sim, 
mas é inclinado ao amor-próprio.
Da parte dela é confusão.

Mulheres...
O máximo que consigo concluir,
é que ela 'tá balançada entre a liberdade ou eu.
E se ela acha que eu lhe tiro a liberdade...
Fazer o quê!

Recuso-me, com toda a energia,
a acreditar que você não me gosta,
do jeito que eu lhe gosto!

Eu lhe entendi, e to seguindo...
A cada dia mais, entendendo menos
Obrigado, mulheres!

(O verso anterior foi completamente desprovido de sarcasmo.
E, claro, este anterior também... e assim sucessivamente)