Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Uma palavra pela outra.

-Jura!?
- Juro. É tudo o que eu sempre quis.
- Tipo o quê?
- Me dá carinho, me dá atenção, me faz rir.
- Mete bem?
Espanto:
- Em !?
Cara de coisa mais normal do mundo:
- Perguntei se faz o serviço direito.
Alteração nas sobrancelhas:
- Eu aqui falando de amor e você vem me falar em putaria?
Serenidade:
- É lógico que não. Desde quando sexo é putaria? ... Tá, eu entendo que vulgarizam isso às vezes...
Interrompe:
- ... Ainda mais quando usam termos chulos, feito "meter"
Pequena alteração:
- Ai! Enjoei desse seu puritanismo, sabe!? É só uma palavra diferente pra designar a mesma coisa. Se eu tivesse falado trepar, foder, comer, pimbar, transar... daria no mesmo!
- Chega!
- Chega nada! ... Do mesmo jeito que se eu tivesse perguntado "relaciona-se bem?" "executa o ato com maestria?" Dá tudo no mesmo.
Pequena pausa, réplica:
-Eu só não te dei liberdade pra tratar o MEU sexo por esse termo. O teu você trata como quiser, o meu não.

Marcelo entrou na estação de Metrô do Anhan…

Apavorados

E o trato qual é ?
É não falar de amor, nega.
Mas como não falar de nós?

Como esquecer esse pavor que se apodera de tudo?
Desconsiderar juras e planos?
Sei lá se nasci assim,
sei lá se fui criado,
se me calejei ou simplesmente escolhi:
Eu sou realista.

Até demais, até o ponto das vísceras retorcerem-se de pânico do futuro.
Porque eu sei que dia a dia eu vou lhe amar por uma coisa diferente.
Vou lhe admirar,
por coisa e tal.

Do âmago me sai um juramento,
uma jura que põe em vão
o controle sobre a eternidade.

E você diz:

"Simplesmente não precisa,
é lindo mas não realiza
o controle que temos de nós.
Sabemos do agora, não do após."

Ai, menina, lhe amo mais agora.

E você, dominando com maestria a arte do juramento
jura diferente, mostra a melhor opção pro momento:

"Eu lhe juro que vou lutar até não ter mais jeito pra que tudo dê certo."


Entre juras e lutas, existem centenas de quilômetros.
Entre um homem e uma mulher, absolutamente nada.
De hoje em diante:

D E S P R …