Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Two Lads and a Lady

Are you bad, mad or sad?
Tell me Lad the way it is. The crazyness you had To let people be like this.
From where did you appear?
She was mine in that day. You've robed  my dear. We're in the same way.
However my envy comes not from your acts. Your music have made me Writing a song from facts

She is the one for you.
I'm able to know, thus You've impressed me too,  but don't play with us
Lad, you are passing by I'll stay in this scheme You've made the lady cry I'm trying to do the same.

Pra não dizer que não ligo pra isso aqui...

Eu perco o chão.
Eu não acho as palavras.
Eu ando tão triste.
Eu ando pela sala.
Eu perco a hora.
Eu chego no fim.
Eu deixo a porta aberta.
Eu não moro mais em mim.

Eu perco as chaves de casa,
Eu perco o freio.
Estou em milhares de cacos,
Eu estou ao meio.
Onde será
Que você está agora?
Adriana Calcanhotto - Metade

Meme Musical

Bom, eu acho que já recebi esse meme de no mínimo duas pessoas e até agora não tinha me dado ao trabalho de respondê-lo, e , acreditem, DÁ TRABALHO! Enfim minha gente, as regras são bem simples:1- Escolher um cantor(a);
2-A cada pergunta feita, terá que escolher um título de uma música e colocar uma frase da música como resposta;
3-Por último, repassar a 7 blogs.Enfim, eu pus mais do que uma frase, para se encaixar no contexto, e escolhi uma cantora que admiro há um tempo, pela sua capacidade de trabalho com as palavras em uma língua tão fria como o Inglês ( é o que eu acho), e por todo seu trabalho cênico, estudo e dedicação. Pouca gente a conhece, ou sabe que a conheçe.
Kate Bush1    1.És homem ou mulher?

“Because we're woman.

No, we never die for long,
While we've got that little life
To live for, where it's hid inside.
No, we never die for long,
Oh! Woman, two in one,

There's room for a life in your womb, woman,
Inside of you can be two, woman,
There's room for a life in y…

Árcade nº 20

Sim, eu estou distante.
Mas é que tanta coisa aconteceu este mês. Tantas vontades passaram por mim, tantos sonhos não foram realizados e outros recriados. A intenção deste texto era pra ser sobre ter vinte anos. Contudo, passei da data, chego no dia da mentira pra dizer coisa ou outra.

Tanto faz.
Na boa, tanto faz muita coisa mesmo, escrever sobre mim tinha se tornado um hábito, não que não o seja, e não que eu não esteja o fazendo. É só que parece que tantas oportunidades passaram simplesmente por eu não estar afim. É o velho fio da inspiração, já dita inesgotável. Apenas reflitemos que nem tudo que é inesgotável é abruptamente utilizado. E o que não é, é o mínimo necessário para nossa existência, a água por exemplo.

As águas de Março.
Fecham o verão e prometem vida ao meu coração. Eu estava com saudade, admito, do friozinho da chuva. Tolo! Sempre esqueço que essas coisas me fazem lembrar o quanto faz falta alguém pra abraçar e aquecer-se. No dia de São José eu fiz vinte, e olhei pra trás…