15/08/2011

Influências Térmicas.


"(...) A única finalidade da vida é mais vida. Se me perguntarem o que é essa vida, eu lhes direi que é mais liberdade e mais felicidade. São vagos os termos. Mas, nem por isso eles deixam de ter sentido para cada um de nós. À medida que formos mais livres, que abrangermos em nosso coração e em nossa inteligência mais coisas, que ganharmos critérios mais finos de compreensão, nessa medida nos sentiremos maiores e mais felizes. A finalidade da educação se confunde com a finalidade da vida."

Anísio Teixeira.



      Apesar de transparecer afetuoso e impulsivo em extremo, é com singular frieza que encaro os acontecimentos da minha vida. A gente é feito todo de influências e nada mais do que isso. Já que o conhecimento é cumulativo, é de sua constante apreensão que construímos a estrutura da nossa existência. 
     O que se passa, é o tanto das ditas influências que venho recebido ultimamente. Poderia resumir a minha vida toda no último mês. Sem demagogias, mas parece que Deus aponta lá de  cima uma época pra você viver tudo o que precisa, para, então, traçar as suas decisões futuras.
      Já escrevi, cheio das minhas alegorias e personificações, lógico; sobre a minha capacidade de se entregar aos sentimentos ao mesmo tempo em que agonizo por estar perdendo o controle da situação: quente e frio. Em minhas palavras está tudo tão solto e despreendido quanto nas minhas atitudes: não consigo mais sofrer por ser o que sou e estar onde estou.
          Eu não vou arredar pé de viver o que eu sinto que preciso, milagrosamente, no auge da minha frieza. De hoje em diante, com muito calor, estou construindo minhas próprias influências.

Nenhum comentário: