25/10/2008

Súplica Suprema

Ultimamente eu tenho percebido que as coisas estão sem sentido pra mim,  porque há uma carência afetiva. Tô sem amor. Sei que tenho uma família e amigos que me amam, só que eu digo nas coisas em geral.
Se eu nao botar amor em cada ato meu, ele será em vão. Se eu pensar que faço algo por fazer, por conseguir, pra realizar... será pouco. Nem meu sonho será bem atingido se não houver amor em cada passo que eu dê para realizá-lo.
Deixo aqui um recado a todos que amo, e que sentem o mesmo por mim: hoje, de um dia piegas, evolui para uma das maiores demonstrações de amor que já fiz. Por favor, aceitem-me, não  me percam.

'cause the world needs love, and I do too.

4 comentários:

Tiago Faller disse...

Te aceitar foi natural, te perder seria catastrófico.

http://falajuliana.blogspot.com/2008/10/tem-gente-que-no-precisa-trabalhar-ser.html

Polêmica disse...

É verdade o que você falou, tudo o que fizemos, cada passo que damos deve ter amor pois, sem amor nada vale, tudo é em vão. E quando temos o coração cheio de amor fica fácil de as pessoas nos aceitarem, pode ter certeza que as pessoas que te amam te aceitam mesmo com suas falhas!

Beijão!

Fê Colcerniani Justo disse...

É... tudo o que fazemos, tem que ter amor... senão será em vão... isso me fez refletir demais...
Bom fds...

irvykinneas disse...

HUM RS
me ame