21/04/2009

Two Lads and a Lady

Are you bad, mad or sad?
Tell me Lad the way it is.
The crazyness you had
To let people be like this.

From where did you appear?
She was mine in that day.
You've robed  my dear.
We're in the same way.

However my envy
comes not from your acts.
Your music have made me
Writing a song from facts


She is the one for you.
I'm able to know, thus
You've impressed me too, 
but don't play with us

Lad, you are passing by
I'll stay in this scheme
You've made the lady cry
I'm trying to do the same.

6 comentários:

Tiago Faller disse...

Perfeiro como ler num encarte de CD com cheirinho de novo, como já disse.

As possibilidades trazidas pelo conhecimento são notáveis, vocÊ tem mais que futuro, meu piá!

Raphael disse...

q/

Tato Barba disse...

O quê é isso, meu caro? Poliglotando?

Esse menino é brilhante!^^

Abraço, querido!

Líviarbítrio. disse...

HHAhAhhaahahhah..
Fico satisfeita em saber que você gostou. Não sou nenhum Walter Mercado, só observo DEMAIS, eu acho... Mais do que deveria. haha

Saudades,

Beijos.

F.F.F. disse...

Dentro de meu pequeno e humilde conhecimento nesta língua saxônica... arrisco-me em dizer que suas rimas se encaixam de uma maneira incrivelmente elegante e natural... sem mta forçação de barra...

Congratulações meu caro...

Líviarbítrio. disse...

Infelizmente, nem todos os homens são sensíveis a ponto de sentir falta da nossa intensidade. Ou até sentem, mas agem como se não fizesse a menor diferença. Orgulhosos.
;/

Ainda bem que existem os poucos.
;)

Beijo anjo.